sexta-feira, 7 de março de 2014

Encerramento antecipado

Estou aqui, no meio de uma madrugada fresquinha, na frente de uma tela em branco. Pensando na melhor forma de iniciar este post. Resolvi, então, escrever da forma como venho falando com vocês desde sempre. Assim, nessa informalidade toda e supondo que vocês entendam porque talvez já tenham passado por isso alguma vez em suas vidas.

Sabe quando vocês têm muitas coisas boas e difíceis (não vou dizer ruins) a dizer e a fazer e, de tantas que são, não sabem por onde começar? Então, sou eu aqui neste doce mundo. Mas o tempo urge e preciso compartilhar com vocês as mudanças já anunciadas aqui e que começaram a acontecer antes do previsto.

Eu havia anunciado que continuaria o fornecimento de biscoitinhos para a Wa Mercearia até a Páscoa, em abril. Mas infelizmente terei que antecipar o encerramento. Por isso, a última entrega será realizada na próxima semana.

Início acelerado

Em paralelo a esse encerramento, vem evoluindo sob a batuta da Telma, minha poderosa irmã, o novo negócio do Doce mundo de Lili, que agora terá um endereço só dele. A casinha já está em obras, ganhando vida, cor e azulejos. Logo mais as massas congeladas de biscoitos começarão a ser produzidas lá.

Estamos batalhando para que tenhamos pontos de venda em diferentes lugares na cidade. Mas a compra também poderá ser feita diretamente no Doce mundo de Lili, onde sempre teremos café, flores e sorrisos pra receber vocês.

Em breve, volto pra contar sobre a despedida na Wa Mercearia, falar da nossa casinha, mostrar a nova identidade visual e apresentar os produtos congelados!


E vamos andar com fé!





quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

Vamos aproveitar o presente!

As últimas mudanças anunciadas no post anterior causaram um sentimento contraditório em muitos corações amigos (confesso que até no meu). Alegria e tristeza ao mesmo tempo. E quem nunca sentiu isso? Encontrei muita gente que se declarou na torcida por mim em meu novo caminho, mas que ao mesmo tempo ficou chateada com o fim dos biscoitinhos assados, que deve ocorrer ainda no primeiro semestre de 2014. E isso acabou criando um clima de despedida neste Natal.

Prefiro enxergar como mais um ciclo que se fecha e não como despedida. Acho que vale lembrar de um ensinamento budista que tem tudo a ver com este momento (pensando bem, com todos os momentos da vida). Viver plenamente o presente sem remoer o que poderia ter sido no passado, nem se antecipar ou temer pelo que virá no futuro. O que não significa apagar o que se passou (de bom e de ruim), mas sim aceitar tudo como aprendizado. E é claro que devemos ter um mínimo de planejamento para o futuro, mas não deveríamos vivê-lo antes do presente. Eu sei que não é fácil (e como sei), apesar de parecer simples. Mas façamos um esforço para aproveitar o agora.

E agora, a Wa Mercearia já está cheia de biscoitinhos, crinkles e biscoitos decorados com  temas natalinos. Então, aproveitem ;)
Carpe diem!

Wa Mercearia
Rua Alves Guimarães, 286 - Pinheiros | São Paulo (SP)
De segunda à sexta-feira, das 10h às 18h
Aos sábados, das 10h às 15h





sábado, 30 de novembro de 2013

Sob nova direção

Tenho uma novidade para vocês. Estou deixando o comando do Doce mundo de Lili. A partir de 2014, a direção desse mundo será da Telma Nakashima, minha irmã, que o levará a um novo mercado: o de produtos congelados.
As mudanças continuam acontecendo, minha gente! E pra melhor. Sabe quando algo se resolve por acaso, como se tivesse sido planejado? Pois é, de vez em quando acontece.

Como expliquei no post anterior, estou cada vez mais fotógrafa. E o meu desejo de continuar me dedicando à fotografia acabou se cruzando com a vontade da Telma de trocar uma carreira de consultora de negócios para a de empreendedora.
Faz alguns meses que ela vem amadurecendo essa vontade com o apoio do Sebrae. E não faz muito tempo que eu também fui buscar uma luz por lá, mas para me ajudar a decidir sobre o rumo dos meus negócios. Foi quando um atendimento iluminou minha cabeça. Lembrei de uma proposta que a Telma me fez um tempo atrás, após uma série de estudos orientados pelo Sebrae: vender massa congelada de biscoitos.

Novo caminho

Na época isso me pareceu uma boa ideia para ser pensada mais pra frente, como um braço do negócio que já existe. Mas a luz que se acendeu na minha cabeça apontou um questionamento que parecia estar escrito na parede do meu cérebro: "considerando todo esse movimento em suas vidas, por que ao invés de encerrar o Doce mundo de Lili você não o entrega nas mãos da sua irmã pra que ela o transforme no empreendimento que está buscando?". Bingo. De uma forma que não planejamos, surgiu a oportunidade perfeita.

A Telma administrará todo o negócio e coordenará uma equipe de colaboradores e parceiros. Deixarei o comando, mas não abandonarei a casa. Prestarei assessoria técnica na produção e serei responsável pela criação das receitas. Além disso, continuarei cuidando da comunicação, com postagens sobre dicas e novidades no Facebook e neste blog.

E a Wa Mercearia?

A Grace, proprietária da Wa Mercearia, está com a gente nessa empreitada, apoiando desde o início a ideia de transformação do negócio. Ainda por um tempo, os biscoitos assados serão fornecidos pra loja. Mas em breve, ela também será fornecedora da massa congelada.

Por enquanto é isso! Logo mais, volto para apresentar a massa congelada e contar mais detalhes desse novo negócio. Agora, vamos focar no Natal! Este será o assunto do próximo post.  ;)

segunda-feira, 24 de junho de 2013

Mudança de percurso

Sabe quando você gosta muito de duas coisas (no meu caso de duas atividades profissionais) e de repente se vê numa encruzilhada, obrigada a deixar uma delas? Era assim que eu estava me sentindo até pouco tempo atrás, quando mais uma vez coloquei minha vida na balança pra repensar o rumo que ela estava tomando. Nesta encruzilhada, fiquei diante de dois caminhos: dos biscoitos e da fotografia. Levar as duas atividades em paralelo, da forma como eu vinha fazendo, não dava mais.

Sou centralizadora, perfeccionista e gosto de estar na produção. Ou seja, habilidade zero pra administrar a sobrecarga de trabalho na cozinha, mesmo contando com a superajuda da minha querida mãe. Não sou visionária, nem empreendedora. Não tenho afinidade com a administração de negócios para lidar com o crescimento deste doce mundo. E confesso que não me agrada a ideia de procurar alguém que o faça por mim.

Meu coração fica aflito quando me dizem que tenho que pensar em financiamentos, investidores, lojas, franquias, industrialização e outros formatos mega comerciais. E se o meu coração fica aflito é porque este não é o caminho.

Pra mim o encantamento está na poesia da pequena produção, ou seja, nos cuidados com cada detalhe e no processo artesanal. Mas infelizmente, o dom de transformar essa poesia numa atividade rentável eu não tenho. Posso afirmar porque já tentei.

Hora de dar espaço à fotógrafa

Em contrapartida, há algum tempo eu vinha recusando alguns trabalhos com a fotografia (atividade que também é uma paixão) para dar conta da demanda na cozinha. E quando isso começou a ficar constante, me vi na tal encruzilhada e pensei: chegou a hora de tomar uma decisão. Mais uma vez.

Coincidentemente, neste momento surgiu a oportunidade de eu passar pela mentoria da fotógrafa Luciana Prado, uma das profissionais que mais admiro no segmento em que atuo (fotografia de grávidas, crianças e família). Fiquei um mês em curso particular e intensivo focado nas minhas necessidades no que diz respeito à linguagem, à técnica e ao mercado. Com o coração mais feliz e empolgado, agora (e por enquanto), tenho certeza de que este é o caminho que devo seguir. Consciente do tempo e esforço que preciso dedicar a esta atividade.

O caminho do meio

Com isso não estou decretando o fim do Doce mundo de Lili. Confesso que me dói o coração ao pensar na possibilidade de simplesmente parar com tudo. Não foi por acaso que demorei tanto a postar algo por aqui. Aliás, acho que nunca pensei tanto antes de comunicar algo. Eu estava procurando um caminho do meio e graças à Grace, da WA Mercearia, encontrei.

A Grace segue a mesma linha de pensamento que sigo quando o assunto é o valor à pequena produção e às pessoas. E com isso, nossa relação só se fortalece cada vez mais. É até difícil de explicar, mas quem visita a WA consegue entender o significado dos biscoitinhos na loja. Consegue ver que esse é um fornecimento que ultrapassa a satisfação com as boas vendas. Existe uma magia no ar que envolve alegria, amizades e histórias.

Por isso tudo, semanalmente continuarei fornecendo biscoitinhos para a WA. Por conta da fotografia, diminuirei a demanda, mas a loja nunca ficará desabastecida. Provavelmente, serão até três sabores por semana com divulgação antecipada pela fan page do Doce mundo de Lili.

E os cupcakes e biscoitos decorados?



Farei apenas eventualmente para ações especiais em parceria com a WA Mercearia. Para encomendas, principalmente de festas, conto com um grupo de amigas doceiras super supimpas para indicar. Quem tiver interesse é só me enviar um e-mail que eu passo as recomendações.

Life is about creating yourself

Agora, já que este post ficou longo mesmo, aproveito pra finalizar dizendo algo que talvez acenda uma luz dentro de você também. Diante de tantas idas e vindas, mudanças, decisões constantes e principalmente da impressão de que muito se faz pra não sair do lugar, um dia ouvi: "te admiro muito porque nunca vi alguém tentar tanto por tantas vezes, nunca conseguir e mesmo assim continuar tentando". Isso era pra ser um elogio, eu acho, mas confesso que fiquei bem arrasada e que por alguns dias acreditei que realmente sou um fracasso. Fiz cara de paisagem e, mesmo "fracassada", segui em frente matutando novas mudanças.

Pouco tempo depois, chegou de outra pessoa uma mensagem que me ajudou a ter convicção naquilo que eu estava me condicionando a pensar: "Sobre derrotas, há uma frase que define minha posição: Life isn´t about finding yourself. Life is about creating yourself. Você recria a você, seus planos e seu percurso constantemente. O que mais se pode desejar?"

É isso. Não sou. Estou.
Agora, mais fotógrafa do que doceira ;)



sábado, 2 de março de 2013

A Páscoa chegou!

Começa a corrida maluca para garantir as lembrancinhas de Páscoa! Neste ano, ofereço opções para quem procura por presentinhos simples, porém que se diferenciem dos produtos industrializados. Pensei em algo que fique na memória de quem ganha. E pra isso, procurei não infringir a regrinha deste doce mundo: alegrar a boca, os olhos e o coração.

Biscoitos decorados
Amanteigados de baunilha com cobertura de glacê real
(medida: 7,5 x 7,5 cm)

Chocolate Crinkles
Saquinho com 5 cookies macios de chocolate (100 g)

Biscoitinhos de chocolate
Pote de vidro com (200 g) embalado em furoshiki
(tricoline com barra na medida 0,66 x 0,66 cm)

Saquinhos (100 g)
Em saquinho de tecido: R$ 12

Para fazer sua encomenda, envie um e-mail para contato@docemundodelili.com.br

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Mea culpa e vamos em frente


Vou ser bem sincera com vocês. Não vou inventar nenhuma história pra justificar a minha ausência neste blog. Nem vou fingir que não faz tempo que estou ausente por aqui. Depois de pensar muito no que escrever, em como atualizar este espaço, achei melhor falar de gente pra gente. Porque não sei vocês, mas eu sempre compreendi melhor quem fala de uma forma mais humana, mais pessoal.

A real é que tenho andado um tanto atarantada das ideias no processo de voltar a ser mais fotógrafa do que doceira. Tentando organizar a agenda, os biscoitos, as planilhas, as fotos, a cabeça, o armário, as gavetas, a casa, enfim, a vida. E o fato é que estou realmente falhando com as atualizações na comunicação, principalmente neste blog.

Pior: reconheço que com o advento do Facebook me acomodei pra caramba. Eu que sempre fui tão resistente a entrar nesta rede social, acabei caindo, literalmente, na rede. Tenho nela uma Fan Page e pela praticidade e rapidez, acabo postando tudo por lá. E não é justo, como já me disseram alguns clientes. Afinal, nem todo mundo está no Facebook.

Fui deixando o blog pra depois porque sei que por aqui a comunicação é outra. Atuei como jornalista numa época em que o mundo não era tão virtual como hoje, mas pelo menos um mínimo de conhecimento eu tenho pra saber que estou pisando na bola. Sei que aqui eu deveria apresentar mais informações e, principalmente, serviços. Posts com dicas, orientações, curiosidades, enfim, algo que fosse realmente útil a vocês. E, claro, numa periodicidade curta.

O que posso dizer, depois desse mea culpa, é que apesar das minhas falhas na comunicação, as atividades na cozinha continuam a todo vapor. Não vou prometer pra vocês que a partir deste post farei tudo como teria de ser. Mas prometo que me esforçarei para ao menos aparecer com mais frequência por aqui. E me comprometo a abastecer as páginas com mais imagens.

Em breve, retorno com as opções para a Páscoa ;)

Obrigada pela compreensão, um beijo e me desculpem o mau jeito.